Golpes de Rua

Mostrar / Esconder thumbs

Desvendamos principais golpes de rua para você ficar esperto.

O turista safo têm que se virar. Não adianta, seja em Las Ramblas, Barcelona, ou Via Toledo, aquela, ladeada pelo Quartieri Spagnolo em Napoli, às escadarias da Lapa ou a Rua Direita em São Paulo, eles estão sempre a espreita. O verdadeiro malandro não tem cara,  não se reconhece fácil, e o malandro de verdade, jamais tem coração. E como parolou Jorge Ben, para cada malandro existe um otário. Tomara que não seja você. O Lugares no Mundo mais uma vez, ensina e educa, para que você não seja o cliente da vez.

Quinta Posição - Gringo Assaltado
Origem: Brasil, praticado por argentinos
 
Este é um clássico das ruas de São Paulo. A cena é sempre a mesma e o interessante deste golpe é que ele usa e abusa do orgulho tupiniquim de acharmos quase-como-chic falar inglês.
 
Basicamente você está passeando pela Avenida Paulista ou almoçando em um restaurante quando ele aparece. Ele têm varias formas, cores e sabores, normalmente péssimos odores. Normalmente branco, na casa dos trinta-quarenta, sempre de profissão nobilíssima. Sempre perguntando: Do you speak English?? Você enche o peito e pensa:  Finalmente reconhecido como um proêminente na lingua de Shakespeare. Responde: Yes, I do.
 
O segundo ato deste golpe, chamaremos de xaveco, vez que é tão mentiroso e infantil quanto as estórias que se ouvem nas pistas de dança por ai. Ouvirá que o ilustre cidadão é conferêncista da Unicamp, senão consul do congresso latino americano em momentos de ONU, carreirista do MIT ensinando seus macetes na USP, dirigente do Dallas Cowboys em férias... Tudo é variável, mas a certeza é uma só. Ele foi assaltado, tomaram-lhe carteira e celular, e, ele só precisa de você, grande amigo e fluente em linguas, de você, e dos seus quinzão reais, para que ele volte a sua rotina do tipo a sala Vip da Amex, ou seja, para ele parar no buteco mais próximo e falar: "Puoorrrr favorrrrr, querer mais um rabo-de-galowwwww...."
 
Moral da História: Doutorandos americanos no Brasil nunca agirão como mendigos. Acredite, você também já foi assaltado e não precisou do dinheiro de passantes. 
 
 
Quarta Colocação  - Mercadoria Roubada
Origem: Nápoles, Itália
 
A mídia nos desperta o desejo. Em meio as tantas opções de compra, como resistir a um novo iPhone-Pad. Como não possuir aquela nova "Video Camera Full HD" que cabe no seu bolso? Em tamanho, porque em preço, você já gastou demais. Mas cuidado, tanto desejo pode despertaar a ganância, e fazer com que você caia na tentação de cair neste truque.
 
Depois daquele dia de compras estafante em algum centro comercial do mundo, como os mercados de Marrocos ou as ruas de Athenas, tudo se repetirá. Alguém, como quem não quer nada virá com a caixa na mão, às vezes, com a própria mercadoria, e insistirá em tentá-lo no mais ledo crime.
 
Ressoa um sussurro quase como uma voz do além:  Ei, ei, you, you, iPad... iPad... You... iPad.. iPad... Que tal uma Nikon D90 por 10% do valor da loja? Que tal uma tabuleta novinha enquanto nem a própria Apple Store a têm em lista? O artreiro irá convencê-lo de que se trata do fruto de um roubo ou desvio de carga, irá massagear sua consciência explanando que aquilo ocorre todos os dias, e, se não for você o comprador, milhares de outros virão. A cena requer pressa, sob a luz do dia, e sempre estamos fugindo de fiscais fantasmas.
 
Nesta pressa, o dinheiro é dado, e a "caixa" recebida. Tudo tão rápido e tão ardiloso quanto a sua cara ficará ao ver as pedras (ou sabonete no caso de celulares) novinhas em folhas, que você acabou de adquirir.
 
Pulo do Gato: Isso mesmo, você quis dar uma de lobo e saiu tosquiado. Papai Noel não existe.
 
 
Terceira Colocação - Catchup e Abracinhos
Origem: Universal 
 
Você está de pé com cara de elevador olhando o passar das estações do metro. De repente, aquela moça vêm em sua direção e derruba aquele pedaço nojento de um papaya's dog em sua camisa comprada ontem na Abercombrie, e mais de repente ainda, ela começa a te limpar. Mãos pra lá, mãos pra cá. O metro para e a porta se abre. Sorria, você está em New York e sua carteira ou celular já estão muito longes dali. 
 
O golpe tem muitas versões e pode acontecer em qualquer lugar, com ou sem alimento, bastando que haja qualquer tipo de aglomeração.
 
Uma interessante versão é aplicada nas ruas do Rio de Janeiro. Meninos carentes em todas as acepções da palavra, em momento angelical solicitam à sua próxima vitima: Tia, me dá um abracinho, pôxa tia, me dá um abracinho!! Impossível resistir àquela carinha tão meiga. Impossível não se irritar com sua carteira roubada.
 
Sintêse: Quem mandou você não ouvir o conselho de sua vó e usar aquele porta-passaporte-polchete nas partes íntimas.
 
 
Segunda Colocação - As Tampinhas
Origem: Velho Oeste
 
Passeando pelas ruas de sua cidade favorita, você como turista sensível e honesto, deixa alguns euros ou iênes no chapêu do musico local, ou para aqueles onipresentes bolivianos tocadores do condor passa. E em mais um dejà vu: 15 pessoas em roda, dois apostadores que por vezes ganham e perdem, um astuto crupiê, três tampinhas e uma bolinha. Neste hipnótico jogo, ganha vezes três aquele que souber aonde, após toda a valsa de tampinhas, estará a bolinha. Em 100 vezes que você observar, em 100 você terá certeza absoluta aonde ela se esconde. Nas 100 vezes  em que apostar, em 200 irá perder.
 
Uma vez que o número de idiotas é pequeno, busca-se lucrar alto nos poucos bets deste estranho cassino. Em Barcelona o mínimo é 50 ou 100 euros a rodada. Os únicos gamblers que por vezes ganham, trabalham para a casa, e não raro após algumas voltas (acreditamos que este deva ser um ofício cansativo) é normal ver a inversão de papéis entre falso-apostador e crupiê. Tudo se resume ao simples truque de mágica aonde quando a aposta é a valer, a bolinha é retirada prestidigitamente com a unha pelo comensal. O jogo também pode ser praticado com cartas e mesmo assim você nunca irá ganhar. Suma dali. 
 
Resumo da Ópera: Existe um jeito de ganhar, levante as outras duas tampinhas vazias, não deixando outra alternativa senão a bolinha estar na casa fechada. Contudo, não recomendamos. Você correrá sério risco de morte.
 
 
Primeira Colocação - Ataque Epilético ou Infarto Fulminante
Origem: Brasil e EUA
 
Sábado de sol, você está na calçada com sua familia discutindo e brigando com sua esposa a melhor disposição das malditas malas no porta-malas. Destino, praia. As crianças não param de gritar e de repente, em meio a profusão de sons, algo distôa. Sempre como um grito, ou urro, uma mistura entre o animal e humano. A família se horroriza, seus filhos começam a chorar, e, ele está lá, o indivíduo, em meio ao seu ataque epilético ou infarto agudo.
 
Estrebucha no chão, baba, treme, sacude, nem um exu-caveira em seu melhor dia faria melhor. Ao redor já se monta uma roda de curiosos e preocupados, como você. De repente, surge uma alma caridosa, sempre ela, disposta a ajudar. É isso mesmo caro viajante, estes malandros trabalham em equipe. 
 
Palco pronto e cortinas abertas. De súbito, o caridoso, como um gladiador, segura a língua do moribundo, e evitando tragédia maior, se faz aos berros: O que você precisaaaa????. Ajudaaaaaa?????... É de um remédioooooooo..... Remédioooooooo???.... Quanto custa esse remédio???? A besta meio que quase interrompendo seu transe, balbucia babando algum valor:  "Cin-cin-cin-coeeeenta... Cin-cin-cin-coeeeenta..." e com a receita médica no bolso.
 
Obviamente a mão que segura a lingua não saca no RedeShop, e de bate-pronto você, herói e pai de familia, será intimado a esvaziar sua carteira para que eles possam literalmente correr até a drogaria mais próxima ou burlesco local.
 
Conclusão: Não acredite em ataques de rua e para doentes assim não há remédio. 
 
 
Trilha Bônus - Bilhete de Loteria
Origem: Idade Média
 
Este golpe é tão velho que nos estranha ainda que alguns caiam nele. Em uma de suas infinitas versões você será abordado por uma pessoa rústica, daquelas do interior, de ingenuidade única, praticamente inepta e total ignorante. Você, pessoa capacitada, letrada, inteligente, astuta e cosmopolita será impelida a ajuda-la na quase impossível arte de conferir os números da loteria.
 
Neste trâmite, um terceiro elemento aparece a situação e, como você o vê tão instruido, ele já lhe propôe a artimanha falando ao tido como coitado: "Ei, Dona Zanica (poderia ser seu Bento... O clichê não tem limites...), você ganhou, mas em seu caso, será muito trabalho para você retirar o prêmio, uma vez que você não tem conta em banco e é analfabeta, porque não vende seu bilhete a nós por R$ 1.000,00 ??" Neste momento ele pisca para você, e segue: "Zanica, aqui estão R$ 500,00" , retirando em notas falsas do bolso, e diz para você, ao pé de ouvido: "Quanto você tem no bolso? Dê para ela e vá tirar o resto no caixa eletrônico, pode levar o bilhete que esperaremos aqui. Depois iremos dividir o prêmio"
 
Parabéns. Você já entregou os R$ 80,00 que tinha consigo e agora está ao banco 24 horas com seu bilhete premiado.. Saque R$ 420,00. Só espero que você não perca muito tempo na rua procurando seus novos amigos. 
 
Prólogo: Espero que você tenha vergonha de ter caído nessa, não somente pela ingenuidade, como pela maldade e pretensão. Acredite, ninguem é tão estupido assim como você, ainda mais clientes da loteria. 
 
 
 
Sexy Bônus  - Moedas e Calçadas
Origem: Persia de Dario
 
Alegria de porteiros e adolescentes. Golpe simples e lúdico. É quase como uma pescaria urbana. Basta pegar sua super cola favorita (a isca) e grudar a moeda mais valiosa na calçada de uma rua movimentada. Inúmeros passantes irão por repetidas vezes ajoelhar-se de forma humilhante tentando arranca-la dali, e acredite, se bem colada, é quase impossível ela se soltar. O ápice de toda a brincadeira é quando aquela moça bonita passeando com seu poodle tenta por diversas vezes fazer o mesmo, em uma posição da qual diriamos "envolvente". Diversão garantida e sem grandes prejuízos aos envolvidos. É o golpe de rua preferido do Lugares no Mundo.
 
 
Pelo jeito até mesmo a atriz de Hollywood, Jéssica Alba, já caiu nesse golpe!
 
Gostou da matéria!!! Curta também nossa página no Facebook e no Twitter!
 
 

Créditos: Divulgação

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

1 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos