St. Barthélemy e Anguilla

Mostrar / Esconder thumbs

O quitute caribenho dos muito ricos.

St. Bart ou St. Barths? O guia definitivo de St. Barthelémy por Lugares no Mundo

Saint-Barthélemy também conhecida como St. Barths, é uma pequena ilha de 24 km² e faz parte das Índias Ocidentais Francesas. É ainda  uma colonia francesa ultra-marina.

O legado da dominação sueca, findo a 1785, influênciou sua arquitetura. As características e elementos nórdicos na simetria e materiais de construção, além dos característicos telhados, se observam por toda a ilha.

São 14 praias de areia finíssima e mar azul turquesa distribuídas ao longo da pequena ilha, que assim como Noronha, jamais lotam demasiadamente. A melhor maneira de passear e imergir em todo este universo é alugar um carro.

O que impede que St. Barths lote de pessoas não é nenhuma taxa ecológica, díficil acesso ou alguns furacões e sim os preços exorbitantes e por vezes proibitivos da ilha. Não se engane, St Barths é um dos locais mais caros e exclusivos do mundo e não oferece opções low-cost de hospedagem & diversão como albergues ou vinhos regionais de 1 Euro.

A melhor época do ano para ir a St. Barths é de Outubro a Maio, quando europeus e americanos buscam fugir do inverno. A cena mesmo se intensifica do final do ano / reveillon a Março, quando os poderosos invadem a cena. Nos meses de outubro e novembro, acontece a temporada de furacões, é importante estar atento a este fato.

Melhores Praias de St. Barths

Gouverneur, Grand Cul de Sac, Colombier e Petite Anse, são as praias mais baladadas, bonitas e favoritas dos que passam por ali.

Gouverneur pequena e pouco freqüentada, não tem nenhum tipo de barraquinhas ou serviço às areias. A única opção por vezes é um Iate Diamond A, de uma familia abastada texana, que, em seu apíce-mór de altruísmo, para alegria dos turistas, abre sua loja derivante, vendendo indispensáveis produtos como protetor solar, petiscarias, revistas da moda e drinques. Um mini barquinho faz o trajeto da areia ao iate para aquelas que não querem molhar seus longos caftans de seda pura ou desmanchar a "maquilagem" .

Grand Cul de Sac, rodeada por uma baía de recifes coralinos, é uma lagoa azul de águas mornas e transparentes. St. Barth possui uma rica coleção de corais, com 51 espécies pertencentes a 31 gêneros diferentes. Idílio deslumbrante. Invejem mesmo os brasileiros, o azul do mar cintila como o neon mais intenso de que qualquer letreiro jamais visto.

Ali, cerca de 200 espécies de moluscos habitam a reserva natural e identificam-se mais de 183 espécies de peixes nesse santuário marinho.

Praia de Colombier, uma das mais bonitas da região, é necessário estar em excelente forma física, já que o sobe-e-desce-morro exige algum esforço, outra opção é via mar, mas neste caso você deve ter o seu próprio barco. Leve sua água gasosa favorita e seu alimento, mas não esqueça, faça dessa farofa uma farofa chique.

Petite Anse, super minúscula, é o local ideal para fazer “snorkeling” devido a proximidade dos bancos de corais.

Visão aérea e seu meio de transporte tradicional

Gastronomia e Restaurantes em St. Barths

St. Barth não é somente a ilha da fantasia para os que querem torrar seus cartões nas lojas Louis Vuitton ou na Bleu Marine, entre muitas outras sedutoras. É também baluarte gastronomico do Caribe perfeito para amantes da culinária francesa e e de toda culinária do possível se gastar muito.

O Restaurante L’Indigo, interno do charmoso Hotel & Spa Guanahani, o único da ilha que fica entre duas  praias, é uma excelente pedida para aqueles que querem começar o dia contemplando um delicioso petit-dejeneur e saboreando o incrível mar azul-turquesa. Aos almoços, Chef Philippe Masseglia ministra pratos suaves, partindo de lagostas grelhadas aos sushis. Boa pedida em dias cálidos é a Salada Mozzarela di Buffala, aos seus tomates e azeitonas francesas. Básica e de sublime execução.

O Le Gaiac, do Hotel Le Toiny, é considerada umas das melhores gastronomias francesas da ilha. Dirigida por Stéphane Mazières, ali está o então famoso e disputadíssimo “Sunday Brunch”. Correndo para saborear os famosos croissants com geléias do chef, ricos e famosos fazem a reserva com antecedência. Ao jantar, o menu oferece culinária francesa com acentos caribenhos. Experimente alguns frutos do mar fresquíssimos da ilha ou o fettuccini com trufas negras e lascas de queijo parmiggiano. De sobremesa, a dica é crepes suzettes flambées, preparadas na mesa e acompanhadas de sorvetes caseiros, com sabores que vão de champagne a frutas exóticas.

Outra opção é o íconico restaurante do Hotel Carl Gustaf, o Victoria’s. Orquestrado pelo super simpático e easy-talker Emmanuel Motte, entre um pulo e outro à cozinha, explana sobre sua luta e dificuldades em receber produtos sempre frescos vindos de avião da França ou dos Estados Unidos que contemplem sua exigência. Motte propõe a culinária de fusão, mas como sabiamente ele bem diz, sem criar confusão. Nada de pratos que confundam cores e , texturas e seus sabores. Não perca  a nova versão dos medalhões de lagostas perfumadas com condimentos Cajun e folhas de espinafre. Se a palavra “perfumadas” criou uma certa confusão no seu paladar, o Linguado de Dover, acompanhado de camarões, mexilhões e cogumelos com creme de batatas e folhas de espinafre ao vapor é uma excelente pedida. O Victoria’s é um dos mais famosos e antigos restaurantes de St. Barth, com uma adega de mais de 300 tipos diferentes de vinhos, “cognacs e champagnes” internacionais e uma vasta coleção de runs envelhecidos.

Entrando na lista de ótimos restaurantes em hotéis, está o Sand Bar do Hotel Eden Rock. O hotel é música para os ouvidos, com suas incríveis suítes, a destacar a “Suite Rockstar”, com vários quartos, piscina, salões e uma sala de música para compor canções. A mesa de som onde John Lennon criou a música Imagine, faz parte da decoração do quarto. O Sand Bar, com vista de cartão-postal para a Praia de St. Jean faz combinações perfeitas de frutos do mar em seus pratos e deliciosas sobremesas de tirar o fôlego.

Fechando nosso tour gastronômico, não saia da ilha sem comer no restaurante La Route des Boucaniers, comandado pelo chefe-proprietário Francis Delage. Localizado de frente para o lindo porto de Gustavia, Um melhores restaurantes típicos autênticos da ilha. Chef Delage é uma personalidade famosa no mundo da gastronomia, recebendo pello primeiro nome figuras como Jacques Chirac e Paco Rabanne. A culinária do restaurante é uma cozinha “créole”, servindo pratos como a lagosta local com vegetais e sorvetes feitos artesanalmente.

Vida Noturna em St. Barth

St. Barth oferece mais de 500 mansões que podem ser alugadas o ano inteiro, localizadas em Montjean ou no bairro chique Pointe Milou. É nessas mansões onde acontecem as festas mais prestigiosas, como na mansão do bilionário russo Abrahmovich, dono do clube de futebol inglês Chelsea.

Durante a noite, o agito das celebridades fica por conta do Ti St Barth, um local super divertido para jantar e depois todos dão aquela famosa esticadinha para o Yacht Club.

Hotéis em St. Barth.

Para aqueles que não ficam hospedados nos iates ou nas mansões:

Hotel Guanahani & Spa Clarins

Localizado entre a praia Anse Marechal e Grand Cul de Sac, esse é um dos hotéis mais privilegiados do mundo. São somente 68 suítes, alguns com vista para o mar e piscina particular e outros para o fantástico jardim. Construídas em forma de cabanas coloridas, todas as acomodações acabam de receber um “upgrade” a um custo de oito milhões de euros e o resultado foi fantástico. Uma nova escada foi construída no jardim para dar acesso direto das acomodações á praia.

Membro do Leading Hotels of The World, o hotel é um oásis de paz onde o único barulho é do mar e oferece aos hóspedes serviços de primeiríssima qualidade. Mas as amenidades infinitas não terminam ai. Todos os cosméticos utilizados nas acomodações e no Spa são, obviamente, e não poderiam ser melhor, da casa francesa Clarins.

O Spa do hotel inclui oito salas de massagem e balneoterapia. Uma das mais pedidas está a Anti-jet lag, que serve para hidratar a pele após longas horas de voo e prepará-la para os dias de sol.

Imagens do Hotel Guanahani: Exclusividade sublime simplesmente espetacular.

]

Hotel Le Toiny

Localizado na conhecida Costa Selvagem perto de Anse Toiny, o hotel é um sonho com suas 16 mansões, todas em estilo francês-caribenho. O Hotel Le Toiny oferece todas as amenidades para os hóspedes exigentes, como água Evian e máquina de café Nespresso.

O serviço impecável é comandado pelos simpáticos Guy e Dagmar Lombard. Vindos de grandes hotéis na França e de outros países da Europa, os dois hoteleiros impuseram um estilo de classe e
elegância ao hotel, com um toque mais despojado.

Todos os pedidos dos hóspedes são realizados por uma equipe que conhece e tem amor pelo que faz. Os banheiros acabam de receber um “upgrade” com novas e espaçosas banheiras e um chuveiro maior. Os cosméticos são da casa francesa L’Occitane.

O hotel tem uma pequena sala de ginástica e se os hóspedes desejarem, podem optar para obter tratamentos de Spa no próprio quarto ou numa das salas preparadas só para tratamentos de beleza, com o terapeuta português Simao Silva. O hotel tem um convênio com a casa local Ligne St Barth, que oferece uma linha completa de cosméticos naturais confeccionados na ilha, utilizando frutas e flores típicas da região. Maravilhoso é o óleo de brozeamento “roucou” feito com semente de urucum do Brasil.

Suíte Le Toiny: privacidade luxuosa

Guia Completo Anguilla por Lugares no Mundo

Uma pequena ilha de somente 25 quilômetros de comprimento por cinco de largura e 91 km² é o que lhe espera. Descoberta por Cristovão Colombo em 1493, Anguilla tornou-se dependência inglesa em 1650 em conjunto com a ilha São Cristovão e Nevis.

Para quem gosta de mar e procura por respouso, Anguilla, é sem duvida, um dos lugares mais espetaculares e enfeitiçantes do mundo.

Completamente diferente de St. Barths, Anguilla é o local onde as celebridades escolhem quando não querem aparecer. Local favorito da apresentadora Oprah Winfrey e da cantora
Beyoncé.  As praias de Anguilla são de águas límpidas com cores que podem variar de água marinha ao topázio azul.

Quem não conhece pode até pensar que as fotos foram retocadas com photoshop. Nada de photoshop, é verdade mesmo! 

Entre as 33 praias existentes, as favoritas são: Maundays Bay, Paradise Cove, Rendezvous Bay e Shoal Bay East. As três primeiras são as prediletas pelas as águas calmas com a possibilidade de fazer “kayaking”.

Shoal Bay East foi votada como a melhor praia de todo o Caribe segundo o “Travel Channel”, e oferece a possibilidade de fazer “snorkeling” bem próximo a costa.

Anguilla é o lugar perfeito para repousar, mesmo oferecendo shows e festivais de música durante todo ano. Portanto, é sempre possível encontrar algo para fazer por lá ou se preferir, não fazer absolutamente nada.

A melhor maneira para chegar a Anguilla é via St. Martin. Quem não vai de avião particular diretamente de St. Barth pode utilizar o serviço de barco Great Bay Express em St.Martin. O serviço desde o aeroporto Princess Juliana, inclui o traslado até a baía Simpson, de onde sai o barco. São apenas 25 minutos de travessia.

Chegando em Anguilla é aconselhável alugar um carro para conhecer a pequena ilha. De fácil locomoção por entre as praias, o difícil fica em um único detalhe: eles dirigem pela mão esquerda como os ingleses.

Afinal, estamos numa colônia britânica!

Um dos atrativos da ilha, além das maravilhosas praias, é o Heritage Museum. Esse museu, dividido em poucas salas, mostra o desenvolvimento da história do povo de Anguilla, desde a chegada dos índios Arawaks até a colonização britânica. Uma parte super interessante do museu mostra um pouco da semelhança da cultura africana de Anguilla com o Brasil.

Os habitantes de Anguilla possuem e se orgulham da fama de serem criativos, abertos e artísticos, o que faz com que a ilha seja repleta de galerias, exposições e vida cultural efervesente, o que dá um toque a mais ao charme local.

Também não deixe de conhecer lugares como Sandy Ground, praia priveligiada por seu próprio desbunde ou senão descobrir locações como Crocus Hill e sua vista além da compreensão.

A capital de Anguilla chama-se The Valley e não tem lojas de grife, apenas alguns restaurantes, o hospital local, prédios governamentais e um aeroporto para aviões para private jets.
e outras empresas aéreas americanas.

Gastronomia em Anguilla

Comer em Anguilla é uma verdadeira viagem gastronômica ao redor do mundo.

Um dos restaurantes favoritos é o Pimm’s, localizado dentro do Hotel Cap Juluca. Durante a visita da rainha Elizabeth II, o almoço para seus convidados foi servido nesse local. A noite, o restaurante se transforma em mágica. Um farol ilumina o mar e os peixes vêm em direção á luz sendo possível admirar um aquário natural durante o jantar. A comida é fantástica, uma fusão de cozinha européia com caribenha.

Outro restaurante localizado dentro do Hotel Cap Juluca, é o Spice, perfeito para os amantes de comida asiática. O chefe utiliza ervas e condimentos cultivados no próprio hotel para preparar os pratos. Aqui, a pedida é o Pad Thai com camarões.

Localizado dentro do Hotel Cuisinart Resort & Spa, onde foi filmada a série de televisão americana “ The Bachelor”, está o Restaurante Mediterrâneo. As saladas e sanduiches são feitas com ingredientes provenientes da plantação de ervas e verduras hidropônicas, localizadas nos jardins do hotel. O Spa Venus também utiliza ervas hidropônicas nos tratamentos de beleza.

 

No almoço e jantar, o restaurante oferece um digno menu italiano. Peça fettuccini com lagosta, sabor exclusivíssimo!

A especialidade do restaurante sao os frutos- do-mar. Cobà, dentro do Hotel Viceroy, oferece um café da manhã dos deuses, com tudo o que a imaginação tem direito, desde os vários tipos de omeletes até uma infinidade de queijos importados e frutas exóticas. Também no mesmo hotel, estratégicamente em frente a piscina, com uma deliciosa opção de rolinhos de lagosta seguidos da própria lagosta gratinada, segue o Aleta, mais um expoente gastronômico da região onde especialidade novamente são os frutos do mar. 

 

Atenção especial para o Sunset Bar, também localizado dentro do hotel. Em um espaço completamente aberto, todas as tardes as pessoas vem assistir o pôr-do-sol. Recomendo encarecidamente o mini hamburguer de Kobe Beef e os sushis, além da variedade impressionante de drinques.

Fechando com chave de ouro nossa viagem pelos melhores restaurantes de Anguilla, o Restaurante Kù, além de  linda vista para o mar, tem um menu com comidas típicas e minimais. A salada de alface com frutos do mar grelhados foge do normal.

Hotéis em Anguilla

 

A ilha oferece algumas acomodações econômicas e uma excelente opção é o Hotel Paradise Cove, com uma decoração típica caribenha. E principalmente o Viceroy aonde nos hospedamos conforme abaixo.

Hotel Viceroy

Com 166 suítes espalhadas numa área de 142 mil m², esse hotel é o local preferido de muitas celebridades como o cantor John Mayer, Michael Jordan e alguns expoentes do mundo pop, além de muitos brasileiros do jet set. A decoração super moderna nas cores pasteis, foi realizada pela designer de interior Kelly Wearstler.

Tudo no hotel foi pensado para os hóspedes mais exigentes. A maioria dos quartos tem vista para o mar e o hotel tem três piscinas, uma só para adultos e duas para as crianças e famílias.

Logo na entrada do hotel, um longo corredor de granito conduz os hóspedes a observar o enfeitiçante mar caribenho. O hotel está localizado sobre um promontório com vista de cartão-postal para o mar e acesso a duas praias, uma particular do hotel, a Barnes Bay e a outra com acesso ao público, a Meads Bay.

Outro atrativo do hotel é o Spa. O tratamento Jewel of the Antilles consiste na esfoliação da pele com açúcar e baunilha, seguido de uma massagem com óleos de amêndoa e vitamina E para hidratar o corpo. Para os que não conseguem tirar férias de exercícios fÍsicos, o hotel tem uma academia equipada com aparelhos de última geração, além de aulas como spinning e ioga.

O hotel acaba de construir 31 mansões completamente equipadas de 3, 4 e 5 dormitórios. Essas mansões, algumas com vista para o mar, dispõe de serviço de mordomo 24 horas.

Gostou desta matéria? Seja fâ do Lugares no Mundo no Facebook e receba grátis o melhor da Cultura de Viagem!!

Mais matérias. Acesse agora aqui.

Serviços e links relevantes:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Yacht Club St Barth + 590 590 278607
 

 

Leu tudo? Sentiu inveja? Quer mais informações? Aguardamos seu comentário!! É logo abaixo. Participe.

Crédito das fotos (1) Divulgação (2) Caribe.net (3) Divulgação (4) José Maurício de Souza (5)(6)(7) Divulgação


Créditos: Divulgação - Hotel Guanahani

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos