Restaurantes Vegetarianos

Mostrar / Esconder thumbs

Conheça as melhores opções saudáveis e vegans de São Paulo

Hambúrguer? Só de soja! No lugar do peixe da moqueca entra o tofú. Nhoque com carne moída? Não, a beterraba é o ingrediente chave nesse prato. Na feijoada pode esquecer o lombinho, a lingüiça, e o torresmo...A comida vegetariana tem quebrado muitas fronteiras, e conquistado o paladar de cada vez mais seguidores. Independente da sua filosofia, o Lugares no Mundo preparou uma lista com ótimos restaurantes vegetarianos de São Paulo, para você deixar a carne vermelha e dar uma chance à soja para te surpreender.

GOA

Seu nome foi inspirado em um estado quase intocado da Índia, onde praias paradisíacas são o tapete para a reflexão sobre a vida e a meditação. Buscando traduzir o mesmo sentimento de liberdade e desprendimento das políticas capitalistas do mercado, o restaurante Goa no bairro de pinheiros prepara pratos vegetarianos livres de qualquer ingrediente não-natural. Ao entrar, já se percebe outro clima. A música ambiente carrega a mente de todos lá dentro para outros cantos do mundo, o som da cítara que envolve as mesas amortece qualquer pensamento negativo e qualquer estresse que insiste em invadir nosso dia-a-dia. E a proposta de imersão em algo longe da confusão da metrópole é assunto sério: Depois do almoço, um espaço zen é reservado para sonecas e cochilos no começo da tarde, com redes coloridas em frente a uma maravilhosa paisagem pintada na parede.

Augusto Pinto é o chefe encarregado pelo delicioso cardápio, que muda todos os dias e inclui pratos como o escondidinho de mandioquinha recheado com azeitonas pretas, escarola orgânica e PVT, o risoto integral de tomates frescos com manjericão e mussarela de búfala e muitas outras receitas deliciosas e super equilibradas, como a feijoada vegetariana, acompanhada de couve refogada, arroz integral e farofa de banana e o quibe vegetariano com homus e o cuscuz marroquino com calda de damasco. O preço também é bem leve, em um almoço o gasto médio é R$40, com entrada, suco, prato principal e sobremesa.

APFEL

No coração da noite paulistana, bem no centro dos Jardins e cercado por um mar de concreto e cérebros corporativos, o Apfel é um cais do porto dos vegetarianos e dos apaixonados pela culinária natural. Construído em um charmoso sobrado na rua Bela Cintra, a casa já conquista o público pelo ar de paz que provoca.

A entrada é coberta por trepadeiras que escondem o restaurante, lá dentro, mesas e piso de madeira aumentam o ambiente e entram em harmonia com os pratos principais, como a moqueca de tofú, o nhoque de beterraba, a abóbora recheada com palmito e feijão azuki, e as opções vegetarianas de vatapá e feijoada. Mas o cardápio não se limita a apenas essas receitas, há também opções saudáveis para massas e sobremesas! E, claro, o menu conta com deliciosas saladas e grãos.

BROTO DE PRIMAVERA

Ok, você já entendeu que em São Paulo existem ótimas opções de almoço e jantar a La carte para os vegetarianos e curiosos de plantão, mas, que tal um hot dog vegan? No Broto de Primavera tem isso e muito mais! A lanchonete é simples, a entrada é discreta e se você passar por ela correndo pode até não a notar, mas os lanches preparados lá dentro por André e Pilar Cantú certamente vão ficar um bom tempo em vossas memórias gastronômicas. No menu há x-salada com tofupiry (uma versão extrovertida do catupiry), spaghetti al pesto, hot dog com salsicha vegetal e maionese vegan, soja louca e outras opções de massas e sanduíches. Toda terça há um prato típico brasileiro, adaptado ao gosto dos vegetarianos, como sarapatel, escondidinho ou jaca com tucupi (uma espécie de moqueca de jaca com caldo amazonense feito à base de mandioca). 

MAHA MANTRA

Comida com filosofia. A alimentação saudável no Maha é voltada mais para a mente que para o corpo. Aqui, cada prato é pensado para atender suas necessidades espirituais, e não necessariamente para a sua boa forma física – que acaba vindo como conseqüência. Esse restaurante na Vila Madalena, antro da vanguarda liberal paulista, segue os conceitos da milenar e tradicional medicina ayurvédica, cuja doutrina acredita no poder de cura de certos alimentos.

Na cozinha do Maha há uma união entre receitas indianas e ingredientes de outras civilizações ao redor do mundo. Os pratos seguem a linha lactovegetariana e integram os derivados do leite na receita, mas nem por isso a casa deve ser descartada pelos vegans!

Lá o serviço não é a La carte e a casa funciona como Buffet self-service, mas esse detalhe não tira o mérito do Maha (talvez seu único ponto negativo seja abrir apenas para o almoço). As opções são deliciosas, orgânicas, com temperos e condimentos característicos e super saborosas. Torta integral de palmito, cenoura com brócolis, saladas orgânicas, chapati, chutney de maçã, arroz integral, dal de lentilha, abobrinha na masala, almeirão, brotos...Opções não faltam!

GOPALA MADHAVA

O clima aqui, assim como o Maha Mantra, segue a filosofia indiana, com uma cozinha que une os sabores da Ásia meridional com a culinária lacto vegetariana. Aqui, o charme se dá pela decoração muito bem pensada, desde os ladrilhos da escada principal que lembram as ruas da Índia, até os objetos como estátuas de Ganesha, tapetes, flores, incensos, luminárias e pinturas no teto. Além das mesas de madeira, há a opção de almoçar sentado em almofadas indianas.

A proprietária, Madhava Lila já cozinhou no templo Hare Krishna e estudou a milenar cultura Védica. Hoje, ela traduz tudo o que aprendeu nos pratos do Gopala que, infelizmente, só abre para o almoço.

O serviço lá funciona assim: Todo dia há dois menus completos, os clientes pagam um preço que varia entre R$15 e R$20, e recebem entrada, prato principal, suco típico e sobremesa – que, culturalmente, é servida antes do prato principal.

Entre os deliciosos menus está incluído especialidades como Mattar Panir (ervilha e queijo fresco com molho de tomate), kofta, espeto de legumes, lasanha 3 queijos com molho de espinafre, feijoada vegetariana com feijão azuki, cuscuz marroquino com refogado de alcachofra, moussaka (berinjela comberta com purê de batata e queijo parmesão, uma salada especialmente temperada com ingredientes fortes e intensos, dahl de ervilha, gajar jalava (doce de cenoura com pistache) e muitas outras opções.

BANANA VERDE

O Banana Verde está localizado na Vila Madalena em um amplo salão, com grandes janelas, iluminação pontual e relaxante. A cozinha fica atrás de um painel de vidro, onde a chef Priscila Herrera prepara receitas quentes veganas e ovalactovegetarianas, como a berinjela à cubana servida em pasta, com pedaços de banana, e um delicioso guisado de feijão branco com tomates e temperos verdes para o almoço.

No final do dia ainda há um cardápio de pizzetas assadas no forno a lenha, e feitas sem nenhuma adição de carne. O Jantar é à La carte e um dos pratos preferidos da casa é o risoto de arroz vermelho com gorgonzola, nozes, shitake e peras secas ao forno. A apresentação dos pratos é impecável, e a carta de vinhos para acompanhá-los é ainda mais irresistível.

MOINHO DA PEDRA

Criado por mãe e filha, o Moinho da Pedra nasceu buscando difundir a culinária saudável de uma maneira elegante e equilibrada. Márcia Cardoso e Tatiana Cardoso escolheram uma charmosa casa na Chácara Santo Antonio para abrigar o restaurante. Depois de passar um tempo em Nova York para estudar a culinária vegan, Tatiana voltou preparada para oferecer à São Paulo o melhor da cozinha natural.

O restaurante é um charme, espaçoso, claro, repleto de varandas com madeira branca e, em algumas áreas da casa, panelas e utensílios de cozinha antigos ficam penduradas no telhado para dar um ar ainda mais despojado e familiar ao Moinho da Pedra.  O cardápio inclui deliciosos pratos como arroz com gersal de linhaça dourada, cozido de couve-flor, cenoura, ervilha-torta, salsão, cogumelos, páprica e vinho branco. Alguns petiscos como a mini torta de abobrinha com tomate seco e queijo de cabra são imperdíveis. O menu muda todos os dias.

O Moinho ainda possui um empório para venda de produtos naturais, integrais e orgânicos, e um delicioso café com tortas, bolos integrais de fabricação própria, frutas, vitaminas e muito mais. Aberto também para o café da manhã.

GOSTOU? DEIXE UM COMENTÁRIO E CURTA A PÁGINA DO Lugares no Mundo NO FACEBOOK PARA FICAR POR DENTRO DAS MELHORES DIGAS GASTRONÔMICAS E DE TURISMO

CRÉDITO DAS FOTOS: DIVULGAÇÃO


Créditos: Restaurantes Vegetarianos

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

1 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos