Refúgio Ecológico Caiman, Luxo e Confronto.

Mostrar / Esconder thumbs

O paradoxo sul mato grossense. Mato e Sofisticação.

Pode-se dizer que o empresário Roberto Klabin possui uma ligação singular com aquilo que provêm da terra. Da mãe terra. Seu império foi construído extraindo a seiva de infinitas árvores. O papel de nosso mundo em grande parte é feito da celulose que ele nos traz, e nos vende através do Grupo Klabin; Sua contra partida, além de fundar muitas ONGs e ser um dos primeiros brasileiros a utilizar o desconhecido jargão da sustentabilidade, foi tornar-se presidente da fundação S.O.S Mata Atlântica.

Seus outros outros afazeres, não sabemos se por vocação, paixão ou necessidade, sempre estiveram no extremo telúrico da escala, oposto ao aço, oposto ao plástico.

A fazenda Caiman de sua propriedade, rentável negócio, repousa desde dos 1985 nas matas pantaneiras em cenário esplêndido e natureza de confronto.

Fazenda do olhos de Roberto, agora resolveu abrir as portas, para aqueles que possam arcar com o elevado custo inerente a exclusividade de 50.000 hectares de mata translumbrante.

O Refúgio é dividido em três partes:  A Estância Caiman, uma fazenda de criação de gado de corte, a Pousada Caiman, pioneira em ecoturismo no Pantanal e o Programa de Conservação da Natureza, onde são realizados os projetos ambientais do dono.

Com foco em pessoas que buscam por viagens exclusivas e que não abrem mão do luxo e do conforto, o Refúgio disponibiliza o sistema de Private Villas.

Nesse sistema, o hóspede aluga uma de suas pousadas disponibilizando de toda privacidade que a “casa” oferece, com a mordomia de atendimento e programas exclusivos. Ou seja, além do hóspede se sentir no seu lar doce lar e poder escolher o menu que será servido, que varia desde cozinha italiana, francesa, veggie e a típica culinária pantaneira, podem escolher os passeios que farão e os horários.

São duas as opções de pousadas construídas com palafitas, ambas inseridas no contexto pantaneiro com interação de fauna e flora.

A Pousada Baiazinha tem capacidade para até 12 pessoas, dividias em seis quartos duplos. De tijolinho a vista e uma incrível decoração que mescla bom gosto com rusticidade, está localizada às margens de uma baía de águas límpidas. Os quartos possuem sacadas com redes, perfeito para curtir o pôr do sol colorido do Pantanal.

Luxo e conforto rústicos

A Pousada Cordilheira, de decoração mais clean dispõe de cinco suítes para até dez pessoas.

A sala de estar toda de vidro proporciona uma vista única para a mata de cordilheira que envolve o local.

Ambas contam com ar condicionado nas suítes, piscina, sala de estar com TV e DVD.

 

Todas as atividades oferecidas pelo Refúgio visam à integração do homem com a natureza servindo como novas experiências de vida.

A observação de animais típicos da região como jacarés, aves e onça pintada são oferecidos aos hóspedes, entre cavalgadas, canoagem e condução de gados junto com os peões. Workshops de astronomia para observar estrelas e astros e cursos de fotografia de aventura são ministrados por guias bilíngües. No roteiro, pic nic nas margens do rio Aquidauana e o típico churrasco pantaneiro dão aos hóspedes mais experiências para carregar na bagagem de volta.

Não basta ir ao Pantanal, o fundamental é vivê-lo.

A Fazenda Estância Caiman é aquilo que podemos entender como o mais próximo entre a experiência, rusticidade e luxo que o dinheiro pode comprar.

http://caiman.com.br/

Pousadas Caiman: (67) 3242-1450

Central de Reservas: (11) 3706-1800

Crédito das Fotos: Divulgação Lucia Paes de Barros

Eu adoro. E você? Aguardamos seu comentário!! É logo abaixo. Participe.


Créditos: Cannoeing Tour

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos