Penedo, a Finlândia Brasileira

Mostrar / Esconder thumbs

Vai café com vodka ou surubim defumado?

Quando você pensa em Finlândia o que passa pela sua cabeça? Neve? Casa do Papai Noel? Bandas de Black Metal? Álcool? (só para esquentar...veja bem...). Fato é que a Finlândia é um país rico em cultura e é um  destino muito cobiçado pelos aventureiros de plantão. Mas se você não está disposto a viajar para a Escandinávia, seja financeiramente ou pela sua alergia ao frio, saiba que você pode conhecê-la em doses homeopáticas sem precisar sair do Brasil! Conheça agora com o Lugares no Mundo a charmosa Penedo, a mini Finlândia Brasileira!
 
PENEDO: A FINLÂNDIA BRASILEIRA
 
O agricultor finlandês Toivo Uuskallio teve a “revelação” através de um sonho, em 1929. “Recebi uma mensagem para ir para o sul longínquo”. O nórdico hippie místico, sua mulher e mais três simpatizantes iniciaram a sua jornada para a terra onde o Sol era abundante. A idéia era fundar uma comunidade vegetariana com a abstenção de bebidas alcoólicas, chá e café (garantimos que esse não é o gosto da maioria da população finlandesa, quiçá terrestre).
 
Os malucos beleza conheceram o Rio de Janeiro, seus costumes, suas lavouras e após um trabalho de arrecadação de dinheiro, a fazenda Penedo foi comprada e recebeu os primeiros imigrantes. Ao final da Segunda Guerra Mundial, Penedo contava com 208 imigrantes finlandeses no distrito pertencente ao Parque Ecológico de Itatiaia.
 
Hoje, o distrito tem apenas vinte finlandeses morando por lá. Existe uma grande preocupação em manter as tradições vivas e por isso o turista que passar por lá, vai se deparar com arquitetura e cultura finlandesas marcantes para receber os aproximados 500 visitantes mensais.
 
COMA E BEBA
  
Paha: "Marvada" em finlandês
 
Engana-se quem pensa que o interior não possui boa gastronomia, vida noturna agitada e pontos turísticos. Penedo conta com mais de cinquenta pousadas e hotéis e duas dezenas de restaurantes e bares, com várias opções gastronômicas: finlandesa, argentina, francesa, brasileira, alemã, italiana e por aí vai.
 
O Vernissage é o restaurante mais tradicional de Penedo, e fica no Alto da Fazendinha, um canto gostoso, aos pés de um riacho. Mas por que um restaurante chamado Vernissage? Quem passa por lá, pode além de provar o delicioso pato ao forno e as trutas preparadas de diferentes formas, apreciar os quadros espalhados por todo o local.
 
O Jardim Secreto, que fica na Estrada das Três Cachoeiras, é um ótima pedida para um jantar romântico. Suas paredes de vidro cercadas por um belo jardim, nada secreto (o que está escondido na verdade é o restaurante), dão o tom certo para apreciar o bouquet de salmão e filet ao porto.
 
Ainda no quesito gastronomia, seria um pecado visitar Penedo e esquecer-se de passar na Casa do Fritz, que embora seja cozinha alemã é um dos pontos de referência da cidade. Chegue pedindo um chope e um Bratwurst (salsichão rules!). Para os estômagos famintos, o Einsbein (também conhecido como joelho de porco) e a Chucrute Garnie são imbatíveis. Se chegar cedo e tiver espaço sobrando, sente na varanda e tenha uma bela vista da Casa do Papai Noel, um verdadeiro pedaço da Finlândia no meio da Mata Atlântica. Como se não bastasse o cardápio característico, a música ambiente vai te levar até os cantos mais inóspitos da Alemanha.
 
Uma colônia finlandesa sem um restaurante finlandês não seria muito confiável, certo? Depois de ter se esbaldado com as opções estrangeiras de Penedo, e explodido a cota de calorias do mês vá até o Koskenkorva (que é também o nome de uma vodka finlandesa poderosa, com graduações alcoólicas que podem ir até os 60%, enquanto as vodkas tradicionais ficam nos 38%) e prove o Smorgasbord, um prato bem diferente, com surubim defumado, arenque, salmão marinado, patê de ganso, bacon torrado, alcaparras e limão. Bem servido dá para 3 pessoas, não seja glutão e peça um só para você. Para arrematar, o café finlandês, com vodka obviamente, é um ótimo digestivo...é o que dizem...
 
Bateu aquela vontade de jogar conversa fora no boteco? Não hesite e escolha o D.O.C. onde você pode passar a noite inteira ouvindo clássicos do Cartola, com a banda que homenageia o cantor ou uma noite tranqüila de jazz, ouvindo o próprio violinista Marcel Powell (filho de Baden Powell). Ol lugar é a casa do Penedo Winter Jazz, festival de jazz que acontece nos meses de julho e agosto e tem a melhor carta de vinhos da região. Os bares em Penedo tem essa tradição de música ao vivo e sempre estão variando o repertório.
 
Os casais tem um infinidade de programas românticos para fazer. Crianças podem levar seus pergaminhos quilométricos de pedidos e presentes para o incansável papai noel. Gourmets se deliciarão com os melhores preparos de truta e sorvetes artesanais. Para os cultura lovers o Museu Finlandês Dona Eva com objetos trazidos pelos imigrantes e o baile finlandês com danças típicas são um prato cheio. Por fim, para o pessoal chegado em aventura, trilhas, cachoeiras e muito mato não faltará!
 
CACHOEIRAS DE PENEDO
 
Depois do tour culinário, a melhor forma de perder todos os quilos extras é aproveitar o que Penedo tem de melhor, as cachoeiras e as trilhas. A Cachoeira de Deus é a mais conhecida, e uma das maiores com 15 metros de altura. A piscina natural que se forma por lá a torna propícia para banhos. Para chegar, opte por uma caminhada: uma trilha de dez minutos vai te levar até lá.
 
Menos conhecidas dos visitantes, as Cachoeiras do Rio Palmital, são lindas, com várias quedas d’água, piscinas naturais, grutas. Opte, como sempre, pela caminhada. Passando pelo Vale do Ermitão, são vinte minutos sobre pedras e trilhas, mas vale a pena. A trilha por si só já é um espetáculo à parte.
 
Se você for adepto do hipismo, prefira a Cachoeira das Antas, que fica dentro da área do Hotel Fazenda da Serra. Há uma trilha de vinte minutos, mas o melhor é ir à cavalo e aproveitar a vista.
 
HORA DE DESCANSAR
 
Depois de comer, passear, você deve estar querendo descansar um pouco, não? Para a comodidade, pense na Pousada do Sol (Avenida das Mangueiras, no centro de Penedo). Com decoração moderna, os chalés são divididos em Luxo, Super Luxo e Vip, além de contar com a autêntica sauna finlandesa (vulgo sauna seca). A diária vai de R$ 80,00 a R$ 180,00.
 
Um pouco de paz nesse mundo de cão? É melhor fazer a reserva no Vale do Ermitão, que como o nome já indica, fica mais afastada. A vista é uma das mais bonitas, já que fica localizado num ponto alto de Penedo. O terreno possui 12.500m² e são dezoito chalés divididos em quatro categorias, todos com piscina, estacionamento, restaurante, sauna. Ótimo para vir a dois ou com a família toda. A diária é praticamente a mesma da Pousada do Sol.
 
O Apart Hotel Vale dos Duendes, apesar do nome pomposo, é uma comodação fina e confortável para passar sua estadia em Penedo, como é possível ver na foto acima. Perfeito para casais.
 
Quer passar uma temporada na cidade? Procure uma casa para alugar! Aliás isso remete a parte histórica: a comunidade finlandesa inicial percebeu que as terras de Penedo não eram muito boas para a agricultura e como aquele monte de pessoas com seus cabelos loiros e roupas diferentes chamavam a atenção de curiosos que passaram visitar freqüentemente, a melhor sacada foi iniciar o turismo na comunidade. Em 1942, casa grande se tornou um hotel, mas com os quartos limitados os próprios moradores cediam suas casas para os visitantes. "Quer dormir lá em casa?".
 
Se é adepto do camping, procure o Camping dos Bandeirantes, na Avenida Brasil. Outros campings renomados ficam nos arredores, como o Camping Clube do Brasil, na Serrinha.
 
Agora que as dicas já estão em mãos, pegue a Dutra e aproveite o que há de melhor no sul fluminense, mas antes curta a página do Lugares no Mundo no Facebook!
 
Crédito das fotos: Divulgação.

 

Créditos: Penedo, a Finlândia Brasileira

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

5 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos