O Mundo Sushi

Mostrar / Esconder thumbs

A iguaria que conquista: saudável, exótica e deliciosa!

Muita gente troca um almoço ou jantar de qualquer tipo de culinária, por um rodízio de comida japonesa. Outros então, quando o tempo é curto, fazem uma parada em alguma temakeria. Não dá para explicar como essa mistura entre arroz, peixes crus, legumes e algas pode ser tão saborosa, mais é! Ela é gostosa e viciante. Conheça a história do Sushi, por Lugares no Mundo!

SUSHI

Um dos pratos mais conhecidos da culinária japonesa, e uma das opções gastronômicas mais preferidas pelos brasileiros, o SUSHI só existe nos dias de hoje por causa do arroz e acredite se quiser, por causa dos chineses. Isso mesmo, o método de conservação do peixe foi descoberto pelos chineses, e levado para o Japão há cerca de 1200 anos.  Com certeza os japoneses, com seu vasto potencial de inteligência, descobririam mais cedo ou mais tarde outras maneiras de conservar o peixe, mas era na fermentação do arroz que a qualidade do peixe era mantida por mais tempo.

Com habilidades de samurais, eles tiravam as vísceras e a cabeça e colocavam os peixes em camadas mergulhadas no arroz. Na hora de consumir, o arroz era jogado fora.

Como toda culinária típica, os ingredientes que compõe um prato são baseados no que a natureza local oferece. No caso do Japão, onde as terras são montanhosas,o que dificulta a agricultura, boa parte dos alimentos consumidos pelos olhos puxados vem do mar.

O que antes era apenas uma técnica de conservação, por volta do ano de 1800, Hanaya Yohei, o mestre Miyagi da culinária japonesa, resolveu servir em uma barraquinha de rua, lascas de peixe sobre bolinhos de arroz. Voilà! Não precisou de nada além da imigração para que essa culinária tão exótica e saudável caísse nas graças do mundo ocidental.

A montagem dos pratos japoneses é um ritual rico em detalhes de beleza, cor e organização de ingredientes que expressam simultaneamente a cultura e a história de um país. A alimentação para eles ultrapassa as necessidades físicas e atinge o ápice do prazer, comendo aos poucos, verdadeiras obras de arte montadas com destreza, satisfazendo ao mesmo tempo corpo e mente.

Geralmente crus ou cozidos, os alimentos não perdem nem sabor e nem os nutrientes, por isso, a culinária nipônica deixa o alimento mais próximo do seu estado natural. Mesmo quando utilizam da fritura para fazer os deliciosos tempurás, por exemplo, o óleo utilizado é de origem vegetal produzidos com sementes de girassol, soja ou milho.

São muitos os tipos de sushis, mas o ingrediente essencial para ser considerado um deles, é o arroz para sushi (Gohan temperado exclusivamente para o sushi). A variedade é apresentada nas opções dos recheios e coberturas e outros condimentos, e na maneira como são montados.

TIPOS DE SUSHI

Hossomaki: O arroz e o recheio são envoltos em alga marinha. Hosso quer dizer fino e maki significa "enrolado", por isso : "enrolado fino". O hossomaki leva um nome diferente de acordo com o recheio utilizado:
Tekamaki - de atum.
Kapamaki - de pepino.
Shakemaki - de salmão.

Uramaki: Ura quer dizer "fora". Nesse tipo, o arros é enrolado sobre folha de nori (alga) e recheios (tiras de peixe e outros ingredientes), de forma que arroz fique na parte externa. Para enfeitar e dar um sabor especial o uramaki normalmente vem com gergelim, e é cortado em 6 unidades. O mais conhecido é o uramaki califórnia. 

 Califórnia: Versão americanizada de uramaki, é uma boa opção para quem não gosta de peixe cru. Vem com kani, pepino e manga (ou abacate). Algumas vezes o sushiman inclui maionese, outras vezes cream cheese.

Nigiri: Este é p bolinho de arroz em forma alongada coberto com fatias de peixe cru,  polvo ou camarões. Sempre preparados à mão sem a ajuda de esterinhas. O movimento da mão ao fazer este bolinho leva o nome, em japonês, de niguiri, daí o nome deste sushi. Curiosidade: As pessoas tendem a "molhar" o arroz do niguiri no shoyo, mas o certo conforme a cultura oriental é "molhar" o peixe.

Norimaki: Bolinho de arroz enrolado em alga de nori. Este sushi é recheado com omelete, pepino, maionese, abacate, alface, camarões e lulas.

Temaki: O nome quer dizer "enrolado na mão" (Te=mão). Este é o cone de alga recheado com arroz, peixe e pepino, deve ser comido na hora do preparo, pois a alga deve estar seca e crocante. Depois de pouco tempo a alga amolece e com a umidade fica parecendo uma "borracha".

Definitivamente, se a fonte da juventude existe, pode ter certeza que sushis, sashimis, missoshiros e tofus fazem parte dela. Com alimentos ricos em proteínas e fibras, são verdadeiros aliados no combate ao colesterol ruim, estimula a capacidade do cérebro, ajuda a prevenir doenças como Parkinson e Alzheimer, auxiliam o sistema digestivo e cardiovascular, retardam a osteoporose e ajudam na prevenção de câncer de mama e próstata.

MELHORES RESTAURANTES EM SÃO PAULO

Aizomê

O ambiente é pequeno, mas muito elegante e possui um balcão de onde saem deliciosas relíquias como siris empanados. Durante a noite a dica fica por conta do menu degustação, composto por duas entradas, três tipos de sashimis, dois pratos quentes, sushi e sobremesa. O menu é montado de acordo com o dia,ou seja, cada dia um menu degustação diferente(R$162,00) .

Alameda Fernão Cardim, 39. Tel: 3251-5157

Irori

O restaurante com uma década de tradição tem uma atmosfera pra lá de oriental. Com cinco ambientes e um jardim japonês, pratos como as robatas e os espetinhos grelhados, são preparados à frente dos clientes. O Festival do Sushi durante o almoço sai por R$ 37,90 por pessoa e durante a noite R$ 48,90.

Alameda Jaú, 487. Tel: 3285 – 1286

Yabany

Yabany é uma expressão árabe que significa japonês  e é comandado pelo mestre capixaba Agenilson Teles. O pé direito de sete metros traz mais modernidade ao ambiente. O menu inteiro é uma delícia, mas vale a pena conferir os pratos Especiais do Chefe.

Rua Prof. Atílio Inoccenti, 53. Tel: 3078- 7773

Jam Warehouse

O espaço é lindíssimo de madeira e tijolos a vista e quase sempre possui alguma exposição bacana de arte e espetáculos musicais. Uma enorme coleção de rótulos de saque completa a decoração. O cardápio além dos pratos tradicionais, conta com opções mais incomuns como filhotes de enguia e polvo. 

Rua Lopes Neto,308. Tel: 3473-3273

Shintori

O antigo Suntory, numa mansão edificada em 1975, com estrutura de toras de madeira, sem pregos e parafusos, como exige a história do Japão. O destaque fica por conta do ritual Kaeseki Ryoori, menu degustação com nove porções que brincam com os cinco sabores: doce, amargo, ácido, apimentado e salgado e cinco métodos de preparo: cru, grelhado, fervido, frito e cozido no vapor. O preço por pessoa é R$180,00 e tem que ser agendado com um dia de antecedência.

Alameda Campinas, 600. Tel: 3283-2455

Gostou da matéria?? Curta nossa página no Facebook e no Twitter também!!

Crédito das fotos: Divulgação


Créditos: O mundo sushi

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos