Londres: Soho Neighborhood

Mostrar / Esconder thumbs

Sexy, gay, chinesa e cultural: um clássico de Londres

LONDRES Soho

A origem do nome do bairro vem de uma antiga saudação de caçadores, “So-Hoe!”, e pode confundir os desavisados que acham que é a mesma do SoHo nova-iorquino (que quer dizer South of Houston). E caça é uma ótima metáfora para o que ainda hoje permeia o bairro. Ainda estão aqui as pequenas e tradicionalíssimas casas de prostituição, pubs gays, cafés, padarias de inspiração francesa (herança da invasão dos franceses no século XVIII), produtoras de comerciais, agências de publicidade, atores e modelos com suas pastas em busca de testes de comerciais e toda uma coleção de hipsters.

No verão, por ficar entre Oxford Circus e Picadilly, a região é invadida pelos londoners em busca de embriaguez diária do verão – todo dia é dia de happy hour. Clássicos como o Ronnie Scotts’, uma casa de jazz onde se apresentam os ases do gênero são obrigatórios. Um ótimo restaurante para um almoço a preço justo é a tratoria Piccolo Diavolo, na Old Compton Street. À tarde, depois de perambular pelas várias galerias de arte contemporânea do bairro, como a Rifflemaker, Frifth Street Gallery, Frolic Room, e curtir uma sessão em um dos festivais de cinema independente em um café, ou até mesmo música ao vivo ao ar livre, é hora de fazer mais uma boquinha. Desta vez, na Pattisserie Valerie. Aberta em 1926, a pattisserie foi inaugurada com a idéia de trazer os sabores da Europa para a insular Inglaterra. Existem 8 lojas em Londres, mas a original, na Old Compton, conserva o charme e as ilustrações Toulouse-Lautrec originais de Terroni. Alguns outros cafés, como o French Pub e o Colony Room atraem artistas de todo tipo. A casa de cinema de artes Curzon é uma das principais do gênero em Londres e além da programação regular, hospeda vários festivais de cinema alternativo.

GLBT

O Soho é uma das gay villages mais famosas do mundo. As atrações são várias e destacam-se as lojas temáticas, pubs voltados para a comunidade gay e pubs friendly. As bandeirinhas do arco-íris estão por toda parte. Algumas opções são óbvias como o G-A-Y Bar, enquanto outras são dedicadas a um público mais exigente e discreto. O fluxo despertou a necessidade da criação de um serviço de informações exclusivo para a comunidade gay, o Gay Tourist Office, que inspirou outras iniciativas no mundo todo, como o serviço de informações hoje em funcionamento na Frei Caneca, em São Paulo.
http://www.gaytouristoffice.co.uk/

Última atualização em 12/03/2013 as 16h29

Guilherme Guinski

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos