Hotel de Gelo

Mostrar / Esconder thumbs

Intermitência Sueca

A 1200 km do pólo Norte, está o Hotel Jukkasjärvi, o famoso Hotel de Gelo. A 1200 km do pólo norte, não está o Hotel Jukkasjärvi. Derreteu-se sob os raios solares de um dia sem fim. Refém do gelo, infinitamente se repete, reconstruído todo ano. Rapto do homem, raro vislumbre, nova arte e arquitetura ao ocaso de cada verão. De queixos trêmulos o Lugares no Mundo conta esta para você.

Deitado em seu quarto entre as placas, vigas e blocos rígidos como o aço, contudo, de gelo, você não irá padecer hipotérmico. Ao lobby, decorado finamente em grande estilo, se apreciam as vanguardices e efemêridades dos conceitos da arte. Poderás sentar-se em sua poltrona, esculpida pelos meios da moto serra, e receber o calor daquela paradoxal lareira. Cansado do esqui alpino: Barman, 1 drink. Ao sentir o copo, suas mãos congelam. Isto mesmo, no limítrofe do mundo, inexoravelmente tudo é feito de gelo. A cama como o copo. Teto, telhado, tapete. O lustre e lareira. Da dracena ao dálmata décor. Gelo ou gelo.

Todos os dias são somente a noite, e esta proporcionará um não acaba de auroras plásticas da cor da menta, enquanto, ornado como Gagarin, você caminhará pela neve de uma certa manhã. Outras jornadas perpassam entre giros de trenós, com motores de huskies ou renas, e, até snowmobiles, às consequências da gasolina, barulho e velocidade. Deliciar-se na solenidade do todo o branco e transparências.

Enquanto Odin promove sua rave no céu, infinitos turistas, como você, se degladeiam, colados, segundo Newton, às frias pedras do solo. Este é um dos locais mais requisitados da Suécia. 25 suítes e 60 dormitórios coletivos para se estar entre amantes do extremo. Com diárias a partir de US$ 380 dólares consegue-se uma ótima vista, mas antecipe-se nas reservas, pois, para lá, todos querem ir.
 
O hotel é obra do gênio e espírito arquétipo escandinavo, de quentes atos e frias fugas, derivantes do radical ciclo térmico. Todo ano centenas de artistas de todas as partes se reunem no longinquo paradeiro e  reerguem o estranho lugar, com suas idéias, desenhos, serras e picadores, sob único objetivo de que, o hotel novamente , será mais incrível do que já foi . Há exatas duas estações. 
 
Levar alguém de quem se roube a temperatura ao compartilhar das banheiras externas os banhos de brilhos das estrelas do norte soa de bom tom. Nesta alegria do unir do calor e das desgraças do amor, poderão dividir a cama de gelo, coberta pela tenaz pele de rena, colchão grosso, excessão única nesta ditadura dos cristais d'agua. Enfiem-se neste saco de dormir e boa viagem!
 

Crédito das fotos: Divulgação.

Gostou desta matéria. Curta o Lugares no Mundo no Facebook. É grátis.

Comente abaixo!! Sua opinião vale ouro.


Créditos: Aqui só vale beijo de esquimó!

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos