Especial Reveillon 2011 - Trancoso - Bahia

Mostrar / Esconder thumbs

Tudo sobre o ano novo mais baladado do Brasil.

Eis a Trancoso de Lugares no Mundo.

Depois de enfrentar toda aquela terra e areia no rosto, a bordo do Buggy capenga alugado em Arraial D'ajuda, de um tal de Seu Valdir, que jurava de pé junto que era ele em pessoa o criador do drinque Capeta, chegamos a Trancoso. Era a primeira vez que estávamos lá, e, como diria o Ricardo Freire, era a Trancoso A.D, ou seja, a Trancoso Antes-da-Daslu.

Os cachorros vira-latas e a turminha jogando bola no Quadrado mais famoso do mundo já estavam lá, mas o nosso foco era outro. Como éramos uma turma de moleques, que nem carta de motorista tínhamos, queríamos checar o movimento hippie local, que freqüentava Trancoso desde os 70's, e diziam as más e boas línguas, ficavam pelados na praia do vegetal. Andamos horas através das areias em busca desse pico, queríamos ver os corpos. Não vimos sequer um topless. Era o início da transformação. Os alternativos começavam a deixar a cena, para dar vez às novas trupes. O ano era 91. 

Estivemos lá também na primeira edição da Festa do Taipe, provavelmente a melhor de todas, e acompanhamos de perto as polemicas em torno da descaracterização do vilarejo. Os localistas queriam expulsar o comércio do quadrado e uma loja das Havaianas, a legítima, era o pomo da discórdia. Houve até quebra-quebra. 

Entretanto, passados mais de 10 anos depois, Trancoso continua lá, e mantêm a aura hippie-rústica aliada ao chique descolado que só este cantinho especial da Bahia consegue unir. Um lugar único no Brasil e um dos favoritos do Lugares no Mundo.

É neste mote de quem conhece a cena, as pessoas, harmonia e a evolução local, que preparamos o Guia Definitivo de Trancoso. Um guia final, carry on. Leve consigo e se dê bem.

O Quadrado mais famoso do mundo e A Atmosfera de Trancoso (créditos: Eriolvaldo Oliveira)

Lorival de Souza

Talvez se Dan Brown ambientasse um de seus livros no Brasil, divagando suas teorias, triângulos e radianos, provavelmente a capela do Quadrado de Trancoso seria o keypoint e esconderijo de um grande códice ancestral. (Dan, que tal a ossada perdida de Colombo?). Não se engane o quadrado, considerado por muitos a praça mais bonita do mundo, é o centro nervoso de Trancoso, e há quem diga o umbigo do universo. Por pouco quilômetros o Brasil não começou ali, mas com certeza, um Brasil que não existe mais persiste ali.

O Quadrado é um imenso gramado, ladeado por casas de arquitetura centenária colonial, patrimônio cultural da UNESCO, onde estão as lojas, pousadas, restaurantes e por onde todos passam. Sejam os nativos, as crianças, os perdigueiros, peladeiros de ocasião e as celebridades. Todo mundo acaba lá em algum momento. 

A baianidade, a distância, e a natureza de alto impacto fazem com que Trancoso seja um dos poucos lugares de convergência, contraponto ao nosso dia-a-dia blindex. Todos dão vez à permissividade. Em que outro lugar você veria super models, globais, ricaços, caiçaras, mochileiros e até Nizan Guanaes servindo o próprio prato, em fila, em um restaurante por quilo? Todos de chinelo de dedo, impreterivelmente. 

Ali o imperativo é ser descolado. O politicamente correto é não ser over. Caipirinhas somente de Cachaça. Comida da Terra. Artesanato rústico. Cangas da Dior que emulam o tipo comprei-da-tia-na-praia. Que os cafonas, novos ricos e pavoneastes exibam seus carros importados em outras bandas. Mesmo não raro que toda a pasmaceira e paz sejam atrapalhadas por vezes pelo sonido da turbina de algum Gulfstream, tão comuns por ali quanto à vontade de se desprender. 

Passeios pela praia, beach clubs, pousadas de charme, comida de primeira qualidade e o verdadeiro dolce far niente da Bahia completam a experiência. 

Festas de Ano Novo em Trancoso - Réveillon 2011

Mesmo sendo um destino para se usar o ano inteiro, obviamente, no Ano Novo e começo de janeiro, é quando a coisa realmente pega. A vila lota, os restaurantes criam filas, festas e mais festas para todos os lados e os preços vão à estratosfera, literalmente, transformando o lugar em um dos destinos mais caros do mundo (não que você não consiga se virar sem grana, mas já chegamos lá).

Principalmente paulistas vão a Trancoso, em busca das consagradas festas, os lounges de praia e algumas franquias de clubs internacionais que abrem por lá. Todo mundo está ali para ver e ser visto. Na semana clímax do ano novo, um pouco da atmosfera baiana se dilui e a farofa-quase-chic se instala, com muita gente dançando na areia e bebendo espumante rose até o por do sol. 

Este ano a programação se mantém com as famosas sunset parties da Pink Elephant at Bahia Beach, arrendado pela trupe da própria Pink Elephant de São Paulo, e as festas do Bahia Beach. A agenda é flexível, mas todo dia ao final de tarde a galera se reúne em algum dos picos a beira mar. Dependendo do dia, as festas são fechadas, com atrações internacionais e os ingressos tem mais sal do que o próprio mar. Caros. 

A noite, a programação é repleta, o Tostex praia já prevê em seu calendários, suas animadas e com de som pesadíssimo festas nos dias 27 a 30 e depois dia 2. A beira a mar, são frequentadas pela maioria da galera que está por lá. Praticamente com o mesmo calendário, ocorrem as festas do Beach Club, em contraponto às suas próprias Sunset Parties. O valor dos ingressos variam da nível da atração (dj's de altíssimo renome ou não) e do tipo de serviço (open bar ou não), com os valores variando entre R$ 120,00 e R$ 300,00 a entrada.

No dia 30 acontece a tradicional festa do Restaurante O Cacau, no espaço ao lado do famosos restaurante do Quadrado, onde mais uma vez a cena se repete. Lá pelas 1 da manhã, todo mundo se reúne, se joga, sempre a um som eletronico (as vezes um pouco pesado demais, acreditamos que seja um resquício da vizinhança com Arraial D'ajuda, tida como a Goa brasileira) e as seis da manhã, já estão recolhidos. 

Mais reservadas e exclusivas: Festa na Casa do Italiano, quanto os convescotes da Casa da Joana, descoladíssimos, no próprio Quadrado, ocorrem somente para convidados e seletos, onde o clima e o som é mais descontraido e o volume de pessoas é menor. Se puder ir em alguma dessas, não perca. Também não deixe de ir em todas elas... Nada é muito longe em Trancoso.

Dia 2 e 3, tradicionais festas do Para Raio e o São Brás, remontam uma energia notívaga em Trancoso mais informal, democrática, e talvez mais divertida, onde se o volume do som abaixa a simpátia aumenta e consegue-se bater papo com as pessoas.

Para quem quer bastante mais aventura no estilo alternativo, estará acontecendo entre os dias 27 e dia 02 de janeiro, entre Trancoso e Caraíva, o 303 Art Festival, que na linha do Universo Paralelo (que não irá acontecer este ano) busca sincretizar uns trocentos djs em uma grande rave, natureza, performances artísticas e muita loucura e diversão. Vale uma visita a tarde a caminho do Espelho

Festa do Taipe 2011 e outras Festas de ano novo (veja aqui a matéria completa sobre o evento

A meia noite tradicional de Trancoso é passada no próprio Quadrado, onde uma pequena multidão se reúne para ver a queima de fogos. As melhores opções para a ceia são as do Hotel da Praça, que antecede uma animada e bacana festa no próprio local (para aqueles que não estão com "saco" para ir a outras festas, casais e turmas de amigos em sua maioria) e a ceia do Jacaré do Brasil Casas, onde se pode curtir de perto tanto a energia do Quadrado pela proximidade e visão dos fogos, quanto uma excepcional vista a beira mar.  Ambas carecem de reservas com antecedência.

A atração principal de Trancoso, sempre é a tradicional Festa do Taipe, que em sua décima primeira edição, ganhou ainda mais em estrutura, atrações e concorrência de público. Basicamente, os elementos que consagraram como um dos eventos mais famosos do pais continuam por lá: A locação deslumbrante, no sopé de uma falésia, a pista de dança pé na aréia, muita gente bonita, ótimos Dj's sets e a energia natural do Bahia. Para este ano o conceito continua o mesmo. O lineup já confirmado este ano contará com The Twelves e Killer On The Dancefloor, além do próprio organizador da festa Luiz Eurico Klotz.

Os ingressos devem ser comprados com alguma antecedência e se exige um pré convite (a partir de R$ 400,00. Bebidas a parte). Corra cedo para resolver este assunto, ingressos a venda em SP na loja 284 ou no Para Raio de Trancoso. Como o acesso a Praia do Taipe é um pouco caótico, já que por volta da uma da madrugada, todos resolvem sair ao mesmo tempo, há os que considerem passar já a meia noite lá. 

Uma outra opção, exclusiva somente para hóspedes e convidados, é a festa da Pousada Estrela D'agua, presença certa de globais e poderosos que não se misturam, alguns de mais idade, que desfrutam o afã de suas boas vidas em circuito fechado. 

Existem outras festas no circuito Trancoso, como a na Praia do Vegetal, mas as aqui citadas, são, sem dúvida são as melhores. 

Caso queira somente paz e isolamento, evite esta época. 

Sunset Partie no Beach Club: Hedonismo e Farofa Chic

Energia ao Nascer do Sol na Festa do Taipe: Video Amador

 

Caminhando e relaxando nas melhores Praias de Trancoso

A faixa de areia que costeia esta região da Bahia começa em Arraial D'ajuda e segue rumo até praticamente a Caraíva. São quilômetros de praia, com falésias deslumbrantes e natureza quase intocada. Acorde cedo, a pé ou talvez a cavalo, e sem rumo, siga em frente. A região pode proporcionar a melhor experiência de passeios a beira-mar do Brasil. Para qualquer lado.

As praias são dividas por nomes, como Nativos, Rio Verde, Dos Coqueiros, Taipe.. Não ligue para isso, não faz diferença alguma, e praia é uma só e você está lá para curtir. Quanto mais longe das pessoas. Melhor. Leve o seu livro, iPod e sua água. 

Na temporada, para quem quer um pouco mais de agito, ver o seu paquera ou a ultima capa de revista em roupas mínimas, a recomendação é ir a algum dos clubs de praia. 

O melhor lugar para se estar, é a praia em frente à Pousada Estrela D'água (praia da pousada somente para hóspedes ou com reserva chegue cedo, um excelente bar-restaurante a beira-mar, onde se encontra a nata local. Uma boa pedida é o Caranguejo Aperitivo (R$ 75,00). Ainda em busca de sussego, mas sem abrir mão do conforto de um serviço 5 estrelas sobre a areia, o Uxua Praia, também não muito receptivo com os passantes, é local para matar o tempo ao sol. 

Na praia do Nativos e Rio Verde, estão os principais beach clubs, citados acima, como o da pousada Bahia Bonita e Pink Elephant. 

Outra opção é passar o dia na Praia do Espelho (50 minutos pela estrada de terra), onde se encontra o famoso Restaurante do Baiano  (especializado em moquecas, chegue BEM cedo e tenha paciência, você deve marcar hora para comer) e também o Outeiro das Brisas,  na praia de curuípe, também entre as mais bonitas do Brasil. Um convite certo para um passeio e uma cerveja a beira da piscina na estrutura do condomínio local. 

Melhores Restaurantes para se comer em Trancoso 

Os melhores restaurantes de Trancoso se localizam também no Quadrado. A grande maioria é ponto de encontro da moçada que está por lá.

Uma das melhores mesas baianas do Brasil é o Restaurante O Cacau, onde as espetaculares moquecas de camarão ou frutos do mar se transformam em nota 11 quando bem regadas com a pimenta da casa e os mini acarajés de entrada.

Os restaurantes Silvana e Il Mercato são boas pedidas para pratos de frutos do mar. O Cantinho Doce, também tradicional e obrigatório, destaque para a carta de cachaças dos mais variados tipos e aromas e as sobremesas. 

No Capim Santo, um dos mais antigos e com filial em São Paulo, prove o peixe ao iogurte, fantástico. 

Para curtir a deslumbrante vista da falésia para o mar, as duas melhores opções são o El Gordo, na charmosíssima pousada de mesmo nome e o Jacaré do Brasil, uma porta escondida no canto do quadrado, que abre somente ao público em noites especais. 

O serviço local é sempre lento e atrapalhado, não raro, um prato demorar horas a ser servido, tenha paciência, você está na Bahia. Na temporada, o ideal é reservar com antecedência. 

Trancoso também tem seu fast food local e ponto de passagem obrigatório. É o restaurante Portinha, a melhor pedida para o pós praia. Funciona no sistema self service e tem inúmeras opções de pratos típicos com acento caseiro. Delicioso, rápido e barato. Destaque para a farofa de banana. 

Alguns hotéis também servem excelente culinária. O Hotel da Praça, local agradabilíssimo também funciona como bar. Excelente para antes da balada.

Veja a relação completa de restaurantes em Trancoso.

Melhores Hotéis e Pousadas de Trancoso

Sem dúvida, o melhor local para se hospedar em Trancoso é no próprio Quadrado, ou o máximo que se puder estar próximo a ele. Contudo, as melhores pousadas e hotéis na temporada têm preços proibitivos, a não ser que você esteja faturando muito, mas muito alto. Hotéis como Uxuá (um hotel-condomínio) exclusivo e escondido do Quadrado, Jacaré do Brasil Casas (outro hotel-condominio) ou a Pousada Estrela D'água (de Elba Ramalho, a preferida dos famosos) chegam a custar no ano novo valores acima de R$ 25.000,00 o casal, a opção mais simples.

Charmosíssimas, a Pousada El Gordo, Capim Santo e Hotel da Praça, são excelentes opções de hospedagem, mas também não saem muito baratas.

Para quem gosta de infra-estrutura, o Club Med Trancoso é uma excelente opção. 

Veja aqui a relação completa de hotéis e pousadas em Trancoso.

Gostou deste especial ? Confira outros acessando nossa home page

Curta o Lugares no Mundo no Facebook aqui e receba todos os dias o melhor sobre Cultura de Viagem. É Grátis!!!

Confira nosso site no Twitter e concorra a diárias e descontos nos melhores hotéis do Brasil. 


Créditos: Trancoso, Crédito: Divulgação Prefeitura de Porto Seguro

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

1 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos