Day Off em Hong Kong

Mostrar / Esconder thumbs

Um domingo em Hong Kong: "orandum est ut sit mens sana in corpore sano" (Reze para que a mente seja sã, dentro de um corpo são).


Nosso repórter especial Maurício de Souza narra um domingo especial em um dos destinos mais incríveis do planeta. 

Hong Kong é conhecida pelos seus excelentes restaurantes, lojas de artigos de luxo, hotéis com arquitetura super moderna. Porem, se estiver passando um dia de domingo em Hong Kong e quiser fazer algo saudável para o corpo e a mente, uma ótima opção é a caminhada da trilha “Section 8 Dragon’s Beach Trail”.

Localizado na costa do sul da China, o território de Hong Kong tem uma área de 1.104 km² constituída principalmente pela ilha de Hong Kong, a Península de Kowloon, Lantau e os Novos Territórios, além de 260 outras ilhas. Devido à declividade do terreno, somente 25% da sua área costeira territorial é desenvolvida fazendo com que 40% da área restante seja reservada para parques naturais e reservas. Poucas cidades no mundo têm a beleza natural de Hong Kong. Por todos os lados, uma vegetação luxuriante e lindas ilhas pincelam as águas azul-Tiffany do Mar da China do Sul. Parecendo muito com o Rio de Janeiro, em parte.

 

Vamos ser sinceros, geralmente a única razão que se visita Hong Kong é para ir às boates, fazer compras nas lojas de artigos de luxo (um raro diamante azul de 5.16 quilates foi vendido no começo do mês de abril por US$ 6.4 milhões), comer nos excelentes restaurantes e dormir nos belíssimos hotéis. E quando as compras já estão todas guardadas nas Louis Vuittons ou nas Goyards? A opção então é tomar um excelente café-da-manhã e caminhar na trilha da seção 8 de Hong Kong, motivo super saudável para combater a ressaca da noite anterior.

Considerada a melhor trilha urbana pela revista Time em 2004, Dragon’s Back, como é chamada à trilha, e um passeio de 3 horas dentro do parque nacional urbano Shek O. O nome da trilha é em referencia ao mítico animal chinês, o dragão, devido à sinuosidade e ondulação da montanha. O trajeto é interconectado com 3 outras trilhas: Estagio 7, que seria a trilha que começa em Tai Tam Road e termina no vilarejo To Tei Wan, o estagio 8, começando também em Tai Tam Road e terminando na baia Big Wave e o Pottinger Peak Country Trail, que começa em Pottinger Gap e termina em Cape Collison Road. Todas as três rotas são ótimas, oferecendo vista de cartão-postal para Stanley, Tai Tam, Shek O e as ilhas vizinhas. Como fazer para chegar lá? Bom, para começar nada de taxi. Chega de gastar dinheiro e vamos ser mais ecologicamente corretos. Pegue o metro na estação Hong Kong Central, que vai lhe deixar na parada Shau Kei Wan. Em seguida, o ônibus número 9 e peca o motorista para lhe deixar na parada To Tei Wan na Shek O Road. Não se preocupe em se perder, pois você estará acompanhado só de gente local, as “tops-models internacionais” e de alguns turistas antenados. Se estiver vindo de Kowloon, é só pegar a linha amarela do metro em Kowloon e trocar para a linha azul em Hong Kong Central e continuar o passeio.  A caminhada, super segura, é de tirar o fôlego, literalmente, não são pelo exercício físico em si, mas pela beleza do lugar. A viagem até To Tei Wan desde Kowloon ou Hong Kong Central dura mais ou menos 1 hora.

Durante a segunda guerra mundial essa área foi muito bombardeada e, graças a um programa de reflorestamento ambiental, é que podemos desfrutar desse lugar mágico. A caminhada super fácil e ótima para os amantes da flora e da fauna. Espécies de plantas nativas como a Hong Kong Gordonia (Gordonia Axillaris), Ivy (Schefflera heptaphylla), o mirto-rosa (Rhodomyrtus tomentosa) e plantas raras como o pinho budista (Podocarpus acrophyllus) é o carvalho azul japonês (Cyclobalanopsis glauca) são encontrados por La. A fauna também é exuberante e pode-se avistar animais como o gato-leopardo (Prionailurus bengalensis) e vários pássaros, como a águia da barriga branca (Haliaeetus leucogaster), o francolim chinês (Francolinus pintadeanus) ou a civeta indiana pequena (Viverricula indica). Durante a caminhada, pare para apreciar a beleza do porto natural de Hong Kong quando chegar a Shek O Peak, o ponto mais alto da montanha com 284 metros e, quase chegando ao final do trajeto, repare nos petrógrifos em Big Wave Bay esculpidos ha 3.500 anos. Big Wave Bay é o fim da longa caminhada, então aproveite para tomar um banho no mar azul-Tiffany, comer nos restaurantes de Shek O ou nas barracas em Big Wave Bay. Não se esqueça de levar traje de banho, repelente, bloqueador solar com fatores de proteção super elevados, bastante água, frutas e barrinhas de cereal. Very important! O Concierge do hotel pode deixar tudo isso já preparado.

Maiores informações visitem o site www.hkwalkers.net

Onde ficar:

W Hotel Hong Kong

Localizado em Kowloon, na China continental, este hotel é mais que maravilhoso. Totalizando 393 quartos e suítes super modernos, é o lugar para os que gostam de luxo, mas com descontração. E o local do preferido do pessoal da mídia, da moda e do “showbiz”. A regra dos hotéis W é “Whatever, Whenever, Wherever”, o que significa que qualquer desejo do hospede, desde que seja legal, será sempre atendido aonde for. Construído perto do atual International Commerce Center, dentro do shopping center Elements e perto da estação de trem com conexão ao aeroporto de Hong Kong em 24 minutos, o hotel é fantástico. Nos quartos, todo o conforto para o hospede moderno é exigente, como estação para iPod, televisão de plasma de 42” da Bang & Olufsen, uma mega-seleção de DVDs e mimos como camiseta e chapéu com o logo do hotel. Os arquitetos responsáveis pelo design e decoração foram a empresa australiana G + A (Nicholas Graham & Associates) é a japonesa Glamorous Corp. (Yasimuchi Morita), que conseguiram criar um oásis no meio do caos de Hong Kong. Logo na entrada, uma parede com a letra W em chamas e figuras de troncos de arvores nos indica que a presença da Mãe Natureza no hotel esta presente por todos os lados. Elementos como fogo, água, metal, pedra e madeira são utilizados generosamente na decoração criando um ambiente único e interpretações complementares da Natureza dentro dos espaços do hotel.

O Lobby, por exemplo, que o hotel chama de Living Room, tem figuras de borboletas nas paredes e nos tetos e, no sexto andar, encontra-se um enorme mosquito de bronze, uma escultura do australiano James Angus e vários objetos de decoração multicoloridos criando um ambiente vivo e moderno. A noite, o local se transforma em uma pequena boate. O café-da-manhã é servido dentro da Kitchen, uma cozinha aberta onde é possível comer vendo os cozinheiros em ação, podendo servir-se do que desejar como se estivesse na cozinha da própria casa. Os sucos de frutas são naturais, fresquíssimos e diferentes com combinações como morango e lichia. O restaurante Fire é super chique, porem descontraído. A comida é bem eclética, oferecendo um menu contemporâneo com comida proveniente dos fornos a lenha e do grill. A carta de vinhos é bem variada com vinhos provenientes até da America do Sul. Localizado no andar 73, com sauna seca, a vapor e uma piscina, no andar 76, com vista cinematográfica para a baia de Hong Kong, o Spa Bliss é um santuário de beleza. Oferecendo uma linha completa de tratamento de beleza, o Spa é para os modernos e descolados, que não se importam de passar o dia cuidando do bem estar Fazendo o “Triple Oxygen Treatment”, um fantástico tratamento para todos os tipos de pele ou ainda o “Blissage 75”, uma massagem super relaxante. Para mais informações visite o site www.whotels.com/HongKong ou no telefone + 852 3717 2222

 

Onde comer:

Lung King Heen: O único restaurante chinês no mundo com três estrelas Michelin. O cardápio é simplesmente fantástico. + 852 3196 8888

Hutong: O menu é a nova cozinha chinesa e a vista é cinematográfica.+ 852 3428 8342

Aqua Tokyo + Aqua Roma + Aqua Spirit: menu japonês, italiano e um bar num lugar só. A vista também é impressionante. www.aqua.com.hk

Spring Moon: Abalone com molho XO, sopa de barbatana de tubarão e de saliva de pássaro são os pratos principais do local. Uma delicia. + 852 2315 3160

Man Wah: Os melhores dims sums da cidade são servidos aqui. + 852 2522 0111

Felix: Continua sendo um dos melhores restaurantes chineses do local. + 852 2315 3188

The Verandah at Repulse Bay: Excelente comida com bonita vista diurna para a baia. + 852 2292 2822

Bo Innovation: Comida molecular inovadora. Maravilhoso! + 852 28508371

Maxim’s Palace City Hall Dim Sum: O nome já diz tudo e é super econômico. + 852 2521 1303

Jumbo Kingdom Floating Restaurant: Localizado em Aberdeeen, serve excelentes frutos-do-mar retirados vivos dos tanques do restaurante. Impressionante! + 852 2553 9111

Isola: Outro excelente restaurante italiano. + 852 2383 8765

 

Bares e boates:

Drop: Martini com vários sabores, aberto até tarde e com boa musica.+ 852 2543 8856

Bocas: O melhor lugar para “tapas” e “sangrias” + 852 2548 1717

Dragon-i: É quase impossível entrar nesse local, mas vale à pena tentar. + 852 3110 1222

Volar: Só gente bonita do mundo inteiro e os melhores DJs. + 852 2820 1272

 

Compras:

Pacific Place: www.pacificplace.com.hk

Lane Crawford: www.lanecrawford.com

The Landmark: www.hkland.com

Prince’s Building: www.hkland.com

IFC Mall: www.ifc.com.hk

Elements: www.elements.com

Times Square: www.timessquare.com.hk


Créditos: Day Off em Honk Kong

Última atualização em 13/10/2012 as 20h44

Lugares no

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

0 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos