Campos do Jordão Definitivo

Mostrar / Esconder thumbs

Não tem jeito! Campos do Jordão não sai de moda.

Em uma noite gelada do quase inverno, após d’algumas horas de churros e vai-e-vem, no conjunto de poucas ruas e infinitas pessoas, turistas torpes, como você, sem luvas e com a mão tremendo, entregará o tíquete do estacionamento ao manobreiro. Ouvirá: São cinquenta e oito reais. Bem-vindos. Campos do Jordão por Lugares no Mundo.

Os termômetros abaixam e o fenômeno começa. Campos do Jordão, a dita Suíça Brasileira. Turistas chegam aos montes às montanhas.

Campos poderia muito bem figurar como destino de verão, outono ou primavera. Toda a sorte de lojinhas e restaurantes, hotelaria encorpada, 1 hora e meia de São Paulo, natureza do tipo agradabilíssima e o tal requinte e sofisticação fariam de Campos destino para se usar o ano todo.

Mas, não se vêem por ali a partir do dia 31 de Julho nem ao menos um gato preto às ruas. Cidade desligada. O que perdura até a próxima Páscoa vindoura. A história abaixo se repete.

Campos está em meio aos bosques e araucárias da Mantiqueira, exatos 167 km de São Paulo. 1740 metros de altitude, uma das cidades mais altas do Brasil. O frio caracteriza apenas o clima, a cidade cozinha sob as altas temperaturas do agito.

Mesa posta, menu farto: São mais de 80 restaurantes e duas dúzias de bares, perenes ou sazonais, 220 hotéis, uma centena de trilhas, festas em mansões para quem sabe de mais, baladas pop-ishs para quem tem idade de menos. Festival de música clássica, super-stands estilo salão do automóvel e apenas dois milhões de turistas.

O centrinho, La Genéve, que insiste em vestir o guarda roupa de telhados de uma estranha Suíça é o coração pulsante do todo. A pequena vila recebe a partir da Páscoa e principalmente Corpus Christie inúmeras retocagens: Franquias de restaurantes da moda, concessionárias itinerantes que servem prosseco, clubs de temporada, mini arenas de programas de TV, um shopping inteirinho com lojas de ocasião e muita, mas muita gente.

Do feliz companheiro que tirou seu sábado para participar do encontro anual dos donos de Ferrari, das famílias caminhando sempre ansiosas-desesperadas, dos infinitos teenagers com a energia do “primeiro-porre”, aos senhores e senhoras de idade. Dos casaizinhos na faixa dos 30 aos alguns tigrões da pegação. É difícil definir o público exato de Campos do Jordão. Mas estão todos ali, na mesma fila de espera, em busca do próximo chope.

CURTINDO O CENTRO DE CAMPOS DO JORDÃO

Estacionar no centro de Campos de Jordão é uma infernal experiência na temporada. O principal estacionamento cobra preços típicos dos grandes eventos em São Paulo. A dica é parar longe e caminhar. Prepare-se.

Da energia de St. Germain aos domingos a Trastevere, Campos de Jordão tem seu próprio boulevard, a rua Djalma Forjaz, inevitável do centro. O camarote local, emblema o principal monumento da cidade, é o consagrado bar Baden-Baden. De sua mesinha, nesta calçada privilegiada você poderá apreciar seu filet ao molho mostarda, tomar a famosa cerveja local, que leva a marca da casa (uma das melhores do Brasil e pioneira na arte de micro cervejarias) e apreciar o rio de pessoas em autêntica pescaria de olhares. Do tiozão com sua nova Harley ao grupete de meninas com cabelo molhado que acabaram de se arrumar em sua casa alugada aos redores do centro, todos estarão ali em algum momento.

Conseguir uma mesa no Baden-Baden é quase impossível, sempre está entupido demais, e nunca ninguém vai embora. Se seu fígado resistir, chegue as 10:30 da manhã. A dica é pedir uma das edições especiais de uma das Badens. Em torno de R$ 10,00 meio litro. Fantásticas.

Por ali também se encontram inúmeros restaurantes e bares famosos em São Paulo, como Piola, Mercearia São Roque, Blá, unidos às tradicionais casas de fondue locais. Faça sua pesquisa e aproveite.

Estar no centro de Campos é principalmente procurar e encontrar pessoas, amigos e paqueras, agulhas em um imenso palheiro de famílias e adolescentes. São inúmeras opções de bons restaurantes (em contraponto as horríveis compras, nem perca tempo, muito menos com as malharias démodé) onde se pode bebericar, conversar e principalmente descobrir o que estará acontecendo na agenda de festas e eventos da cidade.

Coletar informação. Você irá descobrir onde será a super festa daquela noite, a feijoada da marca de cerveja, o concerto de musica clássica, o coquetel da fabricantes de off roads, a rave no topo da montanha, o churrasco na casa de fulano, o bingão da terceira idade...

Aqueles que estão ali para matar somente a fome, a cidade oferece outras opções como churros, pães de queijo, sorveterias, chocolate da montanha, e outras comidinhas. Uma ótima opção é o Pastel do Maluf, homenagem ao iconíco e então diado político paulista, que sempre dá as caras por lá. Até hoje. A boa pedida é o próprio Pastel Maluf, carne e ovos em massa sequinha e crocante. (R$ 10,00)

Feito o check-in no centro, e construída uma nova agenda, evite-o ao máximo. Fuja desta farofa. Só use-o novamente de forma cirurgica, aproveite o que Campos tem de melhor, que é fora dali.

CURTINDO A REGIÃO DE CAMPOS DO JORDÃO

 

Curtir Campos do Jordão é principalmente pendular entre os inúmeros restaurantes, hotéis e passeios da montanha, encontrar aquela pousadinha perfeita, circular na casa dos amigos.

A oferta de restaurantes de Campos do Jordão além centro é enorme e uma verdadeira volta ao mundo gastronômica.

O Lugares no Mundo faz a lista definitiva para você se dar bem:

COMER E BEBER

Bar da Lareira - Grand Hotel - É excelente lugar para um jantar a dois ou um bate papo intimista. Além das janelas de vidro com vista para os jardins do garboso Grand Hotel há a proeminete lareira. Aos finais de semana, jazz e MPB ao vivo. Não há como fugir de um dos mais de 250 rótulos da Adega. 

Gato Gordo- Este agradável outdoor possui um balcony para o bosque. Serve entre outras coisas como trutas, picanhas e batatas rostí sensacionais e a famosa pupunha na manteiga para que você impressione aquele seu amigo gringo. Também ponto de encontro da moçada. Perca uma tarde ali entre seu vinho preferido ou cervejas. 

La Gália -  Oferece a culinária típica do povo gaulês e sua decoração remonta os ares de Asterix, mas sem estupefações. O jantar ganha um toque especial entre as luzes e sombras das vela. A tradição do restaurante está nas carnes de caça, que podem ser acompanhadas por um encorpado vinho. Considerado o melhor chorizo da cidade. Vá com seus pais.

Davos Restaurante - Um dos mais antigos e tradicionais da região, com cozinha franco suíça. Uma imensa lareira de cobre orna o ambiente. O restaurante ainda conta com um deck para as refeições serem feitas sob o agradável sol de inverno e um mezanino, ideal para casais discretos ou traições.

Matterhorn – Clássico restaurante com vista para a Praça Capivari e Morro do Elefante.

Morada dos CogumelosVocê ama cogumelos? Shitakes? Shimejis? Nesta fazenda de cogumelos você pode descobrir como eles são produzidos e de quebra saboreá-los fresquíssimos no ótimo cardápio de pratos local.

PASSEIOS MAIS DICAS E ATRAÇÕES.

Fábrica Cervejaria Baden Baden - É praticamente um insulto passar por Campos do Jordão e não tomar um chope artesanal no bar Baden Baden. É também outro insulto não dar um pulo na fabrica de uma das melhores cervejas do Brasil. Adepta do movimento THE Craft Beer Renaissance, aquele que levantou a bandeira  do resgate das tradições da produção manual da cerveja, é a primeira micro cervejaria de excelência do Brasil. Ali você vai acompanhar cada uma das etapas do processo de fabricação da dita cuja, entender que Baden Baden é uma tradicional cidade estância da Alemanha, descobrir o que faz uma Indian Ale diferente de uma Stout e se embebedar.

Campos do Jordão foi escolhida como cidade sede da Micro Brewery devido a pureza de suas águas e as visitas são somente feitas com agendamento através do (12) 3664-2004.

Eco Parque Pesca na Montanha - Há 18 quilômetros do centro é uma boa pedida para aqueles que querem fazer algo diferente. Separe sua varinha e suas iscas, pois ai está uma boa oportunidade de você voltar com histórias de pescador das montanhas. O lugar tem três tanques cheios de trutas, além das opções de ecoturismo. Ideal para famílias e casais aventureiros.

Pedra do Baú e Bauzinho – O famoso acidente geográfico é ideal para uma caminhada a tarde. Quase inatingível, o topo da Pedra do Baú demanda horas de caminhada e subida dos trilheiros em meio a mata, que podem ser observados por você com seu julep  na mão da pedra irmã, Bauzinho, a apenas 20 metros do seu carro. Vista espetacular. Vale a pena.

Baladas e Festas – A agenda de festas e baladas em Campos é intensa, volátil e itinerante. Somente estando lá no dia e fazendo contatos para descobrir o que há em especial. O forte mesmo são as festas private para os engedrados ou as patrocinadas a lá open-bar-top-djs, para aqueles que são vips. Consulte seu network . Corpus Christie é a melhor época do ano.

Cidades Vizinhas – Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí são as extensões rústicas da atmosfera e natureza de Campos. As mesmas matas, menos pessoas. Pegue seu carro e trilhe pelas serrinhas descobrindo os enquadros perfeitos de sua autoria de seu próximo cartão postal. Ambas as cidades contam com inúmeras lojas de doces artesanais, restaurantes charmosos e pousadas para casais entre as melhores do Brasil.

HOTÉIS EM CAMPOS DO JORDÃO

Selecionamos as melhores opções de hospedagem:

Grand Hotel Campos do Jordão - O ápice da hotelaria e das tradições de hoteis estância no Brasil estão representados aqui. O conjunto do Grand Hotel mescla o modernismo e excelência da hotelaria escola com o super tradicional. Vale a visita, mesmo com preços um pouco exagerados.

Hotel Blue Montain Hotel & SPA– É a novidade do ano. O hotel novíssimo conta com toda a infra estrutura de um autêntico 5 estrelas e uma portentosa vista. O Lugares no Mundo esteve lá e conta em detalhes para você. Veja aqui a matéria completa.

Toriba CamposO então tradicional Toriba, já um pouco defasado passou por sua própria revolução. Um completo lifting foi feito no local, que com suítes novas, um SPA fantástico e serviço de primeira desponta como opção para quem quer estar próximo ao centro e não gastar milhares de reais.

Pousada de Cedro – Ok, esta pousada não é em Campos, e sim em sua cidade vizinha. Mas tudo bem , você não está nem ai para isso, uma vez que você está com o amor da sua vida. Esta pousadinha está a 25 min de Campos e é considerada um dos melhores refúgios de casais do Brasil.

Ame ou odeie, esta é a Campos do Jordão por Lugares no Mundo.

 

Créditos: Divulgação

Última atualização em 02/12/2012 as 20h05

Thomas Iacocca

esportes, praia, noite

Avaliações

Dê a sua opinião.

2 votos

Galerias.

Confira esta seleção de matérias e destinos com imagens incríveis.

Ver todos